Massagem terapêutica - para dores e antitensões

A massagem é considerada como um agente atenuador, relaxando, num primeiro momento, pois vai agir superficialmente no corpo físico, atingindo, a seguir, o corpo emocional da pessoa.

 

Massagem

É a típica massagem do milênio, que vem sendo cada dia mais buscada por pessoas que procuram um SPA. As pessoas chegam perguntando por uma massagem para tensões musculares, dores, rigidez de articulações. Vamos entender melhor esta "tensão muscular". Ela é fruto de uma intrincada e complexa cadeia fisiológica que tem como "botão detonador" as respostas emocionais após exposição sob uma pressão, com reações psicossomáticas imediatas e inerentes a cada pessoa. 

Esta tensão tende a se acumular em determinadas partes do corpo de acordo com o mapa fisioemocional de cada um (dores nas costas, pernas), começando numa fase aguda até se tornar crônica, caso não venha a ser tradata.

Nem todas as pessoas ficam tensas e com dores nos mesmos grupos musculares que outras, pois existem diferenças significativas entre cada indivíduo na elaboração e nas reações emocionais no cotidiano, tais como medo, preocupação, frustração, ansiedades, tristezas, alegrias breves seguidas de depressão. Dependerá da postura, onde vai se contrair, para desenvolverem-se no local a dor e a tensão.

A tensão pode vir a se tornar um problema fisiológico constante, se não forem buscadas suas causas primárias. Um terapeuta, sabendo de tudo isso, irá focar seu trabalho nesta soma de tensões musculares adquiridas ao longo dos anos, manifestando-se como uma "couraça muscular", uma espécie de armadura emocional que vai modelando e escrevendo o mapa da dor no corpo de cada pessoa, segundo sua própria história e dificuldades pessoais, somatizando-se em formas e posturas corporais. No livro "O corpo fala" de Pierre Weill, está muito bem descrita esta síndrome postural.

De fato, alguns sentimentos que podem estar somatizados em forma de ansiedade, insegurança, medo, solidão, ressentimento, raivas, entre outros, devem ser cuidadosamente trabalhados pelo profissional, em que a função da massagem é a de atuar nas áreas mais atingidas e tensas, efetuando um trabalho de relaxamento e proporcionando melhor fluxo sanguíneo, desbloqueando. Nesse aspecto, a massagem é considerada como um agente atenuador, relaxando, num primeiro momento, pois vai agir superficialmente no corpo físico, atingindo, a seguir, o corpo emocional da pessoa, sempre dependendo da técnica utilizada e, principalmente, da sensibilidade do terapeuta. Muitas vezes, no final de uma massagem terapêutica, observa-se que a pessoa muda até sua postura física, a forma de sentar e caminhar.

A massagem vai atuar no tecido conjuntivo (Fáscia), dissolvendo bloqueios e expandindo de forma reflexa a consciência corporal. É importante frisar e lembrar que a fáscia tem a propriedade de guardar a memória da posição muscular, e, desta forma, ao manipulá-la durante a terapia, a pessoa pode vir a recordar certos episódios ou fatos que ocorreram no passado com aquele músculo, ou região, por isso devemos conduzir com tranquilidade todo o processo de massagear, procurando trazer para a pessoa uma sensação de bem-estar e equilíbrio, favorecendo o retorno do estado de saúde global e, desta forma, tornando-o uma grande aliada nos serviços de terapias de SPAs, massagem terapêutica, no combate ao tratamento da tensão muscular mais prolongada e dores localizadas, e, num segundo momento, trabalhando aspectos psicoemocionais.

 

SPAS - Alquimia de uma Jornada

 

 

 Artigo extraído do livro:  "SPAS - Alquimia de uma Jornada"

 Ligia da Luz Posser - Editora Besouro Box





Ligia da Luz Posser Por: Ligia Posser 

 Gerontóloga, Psicoterapêuta, Escritora . . . 

 

 

 

 

 

Imagem Superior: cc Nick J.Webb


Deixe um Comentário Cancelar resposta
O seu endereço de email não será publicado


RECEBA NOSSOS
INFORMATIVOS

Loja Online

Alerta
Ok
Carregando
Erro

Não foi possível ler a página!