Raiva - inevitável, mas sob controle.

Encontre a sua maneira de canalizar este sentimento.

Raiva - Buddha Spa blog

Com que frequência você fica irritado? A raiva é das grandes causadoras do estresse em sua vida? É frequente?

Sabia que a raiva às vezes é apropriada? Ela é uma reação normal, um estado emocional, resposta a uma ameaça, uma espécie de defesa do organismo que dura alguns minutos. Ela ocorre em todas as idades, sem exceção. Em casos muito específicos, há pessoas que sofrem de Transtorno Explosivo Intermitente, (mas este já é um assunto para tratar em outra matéria). Se este não for seu caso, é fundamental saber lidar com ela. As pessoas mais propensas à raiva podem estar mais sujeitas também ao estresse.

Como ela funciona?

Quando você acha que está sob ameaça, seu corpo entra em estado de defesa. É quando o seu cérebro decide ficar e lutar, o hipotálamo dá o sinal para que a noradrenalina seja lançada em seu organismo. Isso prepara o corpo para o combate. Agressividade, raiva e hostilidade são as marcas emocionais de comportamento de luta.

É claro que não podemos sair por aí quebrando coisas, mas a irritação e hostilidade reprimidas prejudicam a sua própria pessoa. É normal sentir-se irritado com coisas que você não pode controlar ou mudar, mas você pode aprender a canalizar este sentimento e se beneficiar muito levando a vida de forma diferente. Como você faz isso?

Raiva 3 - Budha Spa BlogComo controlar a raiva?

A ira se manifesta de forma muito rápida para possibilitar que você aplique técnicas de gerenciamento de raiva. Então é importante aprender a liberá-la - desabafar primeiro - o que levará a um estado gradualmente a mais calmo. Canalize a sua raiva de forma segura e eficaz. Experimente:

- sair do local, respirar fundo, entrar no elevador sozinho e soltar um grito bem alto.

- sair para dar uma caminhada pelo quarteirão

- fazer uma atividade física como lavar o carro, partir para uma faxina de papéis nas gavetas (rasgar papel pode ajudar),  ligar o som,  dançar e cantar, liberando toda esta energia a seu favor.

- que tal alguns socos no colchão? Ao menos você não machuca a mão!

Outras dicas que podem ajudar:

Identifique a causa da raiva. Uma boa análise pode ser útil para reavaliar e ver a situação de outra forma.

Mantenha o bom humor e entenda que rir realmente é o melhor remédio e uma ótima técnica de gestão de raiva. É importante aprender a rir das situações e de nós mesmos.

Pense positivamente. Aprenda a aprender com seus erros. Seja um otimista e não pessimista. Você vai se sentir menos defensivo e irritado.

Procure terapias, óleos essenciais, florais, pratique Yôga, meditação, tudo que ajude na gestão da raiva e no controle de suas emoções.

Leia um bom livro sobre o assunto.  Por exemplo: "Como lidar com a raiva"  de Ronald T. Potter-Efron - Tradução Aroldo dos Santos Salles - da Editora: Ciência Moderna

O importante mesmo é fazer um movimento para encontrar a sua fórmula pessoal para lidar com a raiva, evitando que ela cause problemas em seus relacionamentos, e, ao mesmo tempo, que não seja reprimida a pronto de causar problemas de saúde. Sempre há uma solução. Busque o seu caminho pessoal para aliviar a tensão e obtenha domínio dos seus sentimentos. Sem dúvida, você viverá mais leve e feliz.

Fonte com adaptação: diy-stress-relief por BCires  Texto editado publicado em junho/2012 

Crédito imagens: 1-stock.xchng/deboer  2-stock.xchng/catalin82


Deixe um Comentário Cancelar resposta
O seu endereço de email não será publicado


RECEBA NOSSOS
INFORMATIVOS

Loja Online

Alerta
Ok
Carregando
Erro

Não foi possível ler a página!