Dicas Nutricionais para Combater os Distúrbios do Sono

As preocupações, estresses e patologias do mundo moderno influenciam diretamente na qualidade do sono. Entre as queixas mais frequentes, destacam-se a insônia, ronco e a apnéia. Estes males podem trazer sérios prejuízos ao nosso organismo. Obesidade, hipertensão arterial, doenças cardíacas e até diabetes são alguns dos exemplos. Isso porque horas de sono insuficientes aumentam a produção de substâncias pró-inflamatórias, causando uma inflamação sistêmica e desequilíbrios em todo organismo.

Felizmente há tratamento que deve ser multiprofissional, incluindo principalmente uma reeducação alimentar. Uma dieta equilibrada, que inclui alimentos anti-inflamatórios, controle do peso e atividade física regular são passos importantes para a melhora da qualidade do sono.
Anote alguns alimentos que você pode incluir em seu cardápio:

Banana– Estimula a formação de serotonina, hormônio responsável pela promoção do relaxamento.

Cereais integrais ? São ricos em fibras, auxiliando na perda de peso (Ex: arroz integral, pães integrais, aveia e etc).

Vegetais verdes ? Ricos em magnésio, cálcio e vitaminas do complexo B que auxiliam no relaxamento do corpo.

Mel ? Facilita a chegada do triptofano (aminoácido precursor da serotonina) ao cerébro.Noz- Moscada ? É usada em muitos países como sonífero.

Sementes ? Auxiliam na formação da melatonina, hormônio que estimula o sono. (Ex: semente de girassol, gergelim, linhaça e abóbora).

*Dica: Suco de melão pode atenuar os sinais e sintomas de fadiga e estresse, promovendo o relaxamento!

Camomila – Possui atividade ansiolítica e pode estimular a indução do sono.

Melissa – Melhora do humor, ação sedativa e melhora do comportamento frente ao estresse físico e psicológico.

Passiflora ? Melhora a qualidade do sono.

Bacharel em nutrição pelo Centro

Deixe uma Resposta

Deixe uma resposta